Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/10707
acessibilidade
Title: Geração sanduíche: modos de vida em contexto de crise
Authors: Grilo, Marta Isabel Gonçalves
Orientador: Guerreiro, Maria das Dores
Keywords: Geração sanduiche
Conciliação trabalho-família
Envelhecimento
Crise económica
Desemprego
Papéis de género
Sandwich generation
Work-family conciliation
Aging
Economic crisis
Unemployment
Gender roles
Issue Date: 2015
Citation: GRILO, Marta Isabel Gonçalves - Geração sanduíche: modos de vida em contexto de crise [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2015. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/10707>.
Abstract: A crise financeira de 2008 originou um vasto aumento do desemprego em muitos países europeus, sendo as principais consequências de cariz económico e social. As transformações daí resultantes implicaram alterações na vida dos indivíduos e das suas famílias, uma vez que o desemprego afetou fortemente a entrada dos jovens no mercado de trabalho e o modo de vida das pessoas mais idosas, obrigando a uma adaptação e restruturação do núcleo familiar. Por conseguinte, a presente dissertação tem como objetivo estudar os quotidianos de famílias consideradas na classificação de geração sanduíche, com responsabilidades familiares para com os pais idosos e os filhos adultos, não economicamente autónomos. Aqui, a articulação entre família e trabalho pode adquirir contornos difíceis de conciliar em termos de qualidade de vida e nível de bemestar. O atual fenómeno resulta de dois grandes fatores, o aumento da esperança de vida e da baixa natalidade. Fazendo assim uma apropriação do termo utilizado pelo autor H. Michael Zal na sua obra dos anos 90, a presente dissertação visa abordar os constrangimentos vividos pelas diferentes gerações, seja decorrentes da atual crise económica e consequentes níveis de desemprego, seja pelas resultantes dinâmicas demográficas, transformações da vida privada e dos papéis de género
The 2008 financial crisis originated a vast increase in unemployment on numerous European countries with economic and social consequences. The resulting transformations implied changes in lives of the affected invidious and their families since unemployment severely affected the entrance in the job market for the younger members and the way of living of the elders, forcing an adaptation and restructuration of the family core. Thus, the following dissertation intends to study the day-to-day lives of families categorized as belonging to the sandwich generation, which have family responsibilities to their elder parents and to their adult offspring that are not economically independent. Here, the articulation between family and work can be difficult to manage in terms of life quality and wellbeing. This phenomena is the outcome of two major factors, the increase in life expectancy and low birth rates. Using the term coined by author H. Michael Zal in his work during the 90s, the following dissertation intends to study the constrains lived by the different generations either caused by the financial crisis and the subsequent unemployment ratings, or caused by the resulting demographic dynamics, the changes in the personal life and gender roles
Description: Mestrado em Sociologia
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/10707
Thesis identifier: 201078295
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf1.33 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.