Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/10604
acessibilidade
Title: Empowerment da pessoa com doença mental em contexto hospitalar: o saber e o agir do assistente social
Authors: Ferreira, Catarina Vieira
Orientador: Pena, Maria João Barroso
Keywords: Serviço social
Saúde mental
Contexto hospitalar
Representação
Intervenção social
Empowerment
Social work
Mental health
Hospital context
Representation
Social intervention
Issue Date: 2015
Citation: FERREIRA, Catarina Vieira - Empowerment da pessoa com doença mental em contexto hospitalar: o saber e o agir do assistente social [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2015. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/10604>.
Abstract: O Mestrado em Serviço Social, do Departamento de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE-IUL culmina com a elaboração de uma dissertação orientada para a apropriação crítica do conhecimento e aperfeiçoamento das práticas profissionais, no âmbito do Serviço Social contemporâneo. Estamos perante o resultado final da conjugação teórica e empírica no âmbito de um tema: Empowerment da pessoa com doença mental em contexto hospitalar: o saber e o agir do assistente social. O seu objectivo geral é conhecer e sistematizar as representações dos assistentes sociais e formas de operacionalização do empowerment junto da pessoa com doença mental, nos estabelecimentos psiquiátricos geridos pelo Instituto das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus, em Portugal. Este estudo é de tipo descritivo, indutivo e privilegia a metodologia compreensiva. Para a recolha de dados foram aplicadas as técnicas da entrevista e da análise documental. Na fase da análise e interpretação de dados recorreu-se à análise de conteúdo/ categorial. Ao nível dos resultados constatou-se que o Instituto privilegia a intervenção com centralidade na pessoa assistida, sendo ela a verdadeira razão de ser do projecto hospitaleiro. A pessoa é reconhecida como sendo “a protagonista da sua história de vida”. Na análise das narrativas, o empowerment está associado à autodeterminação, estando a pessoa implicada nos campos decisórios inerentes à sua vida diária e à vida institucional. O empowerment é associado à autonomia pessoal, à advocacia e ao poder. O profissional representa o utente na concretização dos seus direitos e transfere poder à pessoa através do seu acesso à informação e às oportunidades (bens e serviços), com vista à sua recuperação pessoal. Para conferir autonomia à vida diária da pessoa assistida, as assistentes sociais consideram relevante: a delineação de actividades conjuntamente com as utentes; a liberdade para a tomada de decisão; a responsabilização da pessoa; a igualdade no tratamento; a cedência de informação relativa aos vários domínios do funcionamento institucional; e o seu envolvimento no processo terapêutico.
The Master of Social Work, in the Department of Sociology and Public Policy at ISCTE-IUL culminates in the elaboration of a dissertation oriented towards a critical appropriation of knowledge and the improvement of professional practices in the context of contemporary Social Work. We are facing the final result of combining the theoretical and empirical under the theme: Empowerment of people with mental illness in the hospital context: the knowledge and action of social worker. Its overall objective is to understand and systematize representations of social workers and ways of operationalizing the empowerment of the person with mental illness in psychiatric establishments managed by the Institute of the Hospital Sisters of the Sacred Heart of Jesus, in Portugal. This study is descriptive, inductive and favors a comprehensive methodology. The techniques of interviews and document analysis were employed for data collection. At the stage of analysis and interpretation of data we resorted to content analysis / categorical. Regarding the results, it was found that the Institute focuses on intervention centered on the assisted person, them being the real reason for the hospitality project. The person is recognized as "the protagonist of his life story." In the analysis of narratives, empowerment is associated with self-determination, the person being involved in decision-making fields inherent in their daily life and institutional life. Empowerment is associated to personal autonomy, advocacy and power. The professional represents the user in the realization of their rights and transfers power to the person through access to information and opportunities (goods and services), with the aim of personal recovery. To empower the daily life of the assisted person, the social workers consider relevant: outlining activities jointly with the users; freedom in decision making; giving responsibility to the person; equality of treatment; the transfer of information on various areas of institutional operation; and their involvement in the therapeutic process.
Description: Mestrado em Serviço Social
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/10604
Thesis identifier: 201075563
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.