Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/10597
acessibilidade
Title: Indústrias culturais e criativas como facilitadoras da inclusão social: boas práticas
Authors: Pina, Ana Maria Varela Semedo de
Orientador: Coito, Pedro e Vasconcelos
Keywords: Arte
Cultura
Criatividade
Indústrias culturais criativas
Inclusão social
Art
Culture
Creativity
Cultural and creative industries
Inclusion
Issue Date: 2014
Citation: PINA, Ana Maria Varela Semedo de - Indústrias culturais e criativas como facilitadoras da inclusão social: boas práticas [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2014. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/10597>.
Abstract: O desenvolvimento de qualquer investigação pressupõe a existência de algo que nos inquieta e nos induz curiosidade e este trabalho não constitui uma exceção. Assim sendo, formulou-se como objetivo de investigação: observar a relação entre a cultura, a criatividade, e a arte e os fenómenos de inclusão social, tendo como base de estudo, as Indústrias Culturais e Criativas. Para tal, foi utilizado uma metodologia qualitativa de natureza descritiva e exploratória, com aplicação de entrevistas semiestruturadas. De acordo com os relatórios do Banco Mundial e da própria Comissão Europeia, as indústrias criativas estão entre os setores mais dinâmicos do comércio internacional. Apesar da crise, entre 2002 e 2008, as indústrias criativas continuaram sua expansão e tiveram uma taxa média de crescimento de 14%. O Banco mundial contabilizou em 2003 um PIB de 7% da responsabilidade das ICCs, com previsões de aumento na ordem dos 10% ao ano. A OCDE refere-se às ICCs como o setor que lidera o crescimento com taxas que variam entre 5 a 20% crescimento nos países da OCDE. No Reino Unido por exemplo as ICCs empregam 1, 3 milhões de pessoas. O mesmo relatório da OCDE indica que as ICCs são também uma oportunidade para países em vias de desenvolvimento embora nem todos estes países tenham reconhecido o seu potencial. Nos países em desenvolvimento onde a exclusão social tem uma relação forte com os índices de criminalidade e há pouca mão-de-obra qualificada, ampliar escolhas no setor cultural pode atrair jovens. Procurando obter luz sobre o potencial das indústrias culturais e criativas como facilitadoras de processos de inclusão social, realizei o estudo de dois casos considerados referências na inclusão social, bem como entrevistas a entidades com experiências quer no campo social quer no campo cultural e criativo.
he development of any research presupposes the existence of something that disturbs us and induces us curiosity and this work is no exception. Thus was formulated as objective research: observe the relationship between culture, creativity, and art with the phenomena of social inclusion, based on the study, the Cultural and Creative Industries. To this end, a qualitative methodology of descriptive and exploratory nature, with the application of semi-structured interviews was used. According to reports from the World Bank and the European Commission itself, the creative industries are among the most dynamic sectors of international trade. Despite the crisis, between 2002 and 2008, the creative industries continued its expansion and had an average growth rate of 14%. The World Bank in 2003 recorded a GDP of 7% the responsibility of ICCs with predicted increase of about 10% per year. The OECD refers to ICCs as a leading sector with rates ranging from 5 to 20% growth in OECD countries. In the UK for example the ICCs employ 1, 3 million people. The same report from OECD indicates that ICCs are also an opportunity for developing countries, although not all of these countries have recognized their potential. In developing countries where social exclusion has a strong relationship with crime rates and there is little labor, skilled labor, expand choices in the cultural sector can attract young people. Seeking some more understanding on the potential of cultural and creative industries as facilitators of social inclusion processes, I undertook the study of two cases considered references on social inclusion, as well as interviews with entities with experience both in the social field and in the cultural and creative field.
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/10597
Thesis identifier: 201012324
Designation: Mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_AnaPina_V201214.pdf696.35 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.