Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/10494
acessibilidade
Title: Trabalhar a partir de casa: stressores e estratégias de coping na conciliação do trabalho e da família
Authors: Crugeira, Mariana Palma de Figueiredo
Orientador: Gonçalves, Marta
Keywords: Conciliação trabalho-família
Trabalho a partir de casa
Teletrabalho
Estratégias de coping
Stressores
Facilitadores
Work-family
Work from home
Telecommuting
Coping strategies
Stressors
Facilitators
Issue Date: 2015
Citation: CRUGEIRA, Mariana Palma de Figueiredo - Trabalhar a partir de casa: stressores e estratégias de coping na conciliação do trabalho e da família [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2015. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/10494>.
Abstract: Uma das barreiras à natalidade reportadas pelos portugueses é a dificuldade de conciliação trabalho-família. Face a este problema foi realizado um relatório com medidas de apoio à natalidade, em que uma das propostas seria o trabalho à distância. Sendo Portugal um país com uma cultura de presença no trabalho, e sem grande abertura ao teletrabalho, o objetivo deste estudo é perceber quais os stressores presentes no trabalho a partir de casa e quais são as estratégias de coping utilizadas por estes trabalhadores para a conciliação trabalho-família. A amostra do estudo exploratório é composta por um total de 20 inquiridos, sendo caracterizada por participantes portugueses, com idades compreendidas entre 31 e 71 anos (M=43,45; DP=8,59), em que treze são mulheres (65%). Nos resultados, verifica-se que os facilitadores são mais percecionados que os stressores, nomeadamente a flexibilidade inerente a esta modalidade, seguida da facilidade em gerir as duas esferas (trabalho-família). Em contrapartida, a existência de picos de trabalho está bastante associada a esta modalidade como geradora de stress e instabilidade. As estratégias de coping comportamentais são as mais relatadas, nomeadamente as relacionadas com a gestão das tarefas domésticas versus trabalho, visto que o trabalho está inserido em casa. Concluiu-se que a maior parte das estratégias utilizadas por estes trabalhadores são semelhantes aos que trabalham no modelo tradicional, exceto algumas especificas deste trabalho. Mas, mais relevante é que os trabalhadores estão satisfeitos com esta modalidade e não se imaginam num trabalho tradicional pois não disporiam do mesmo tempo para dedicar á família.
One of the reasons given by the Portuguese to not have children or not having more children is the difficulty of work-family reconciliation. In view of this problem it was carried out a report with measures to support the birth, where one of the proposals was to give the possibility of teleworking. Portugal is a country with a culture of presence at work, with no opening to teleworking, the aim of this study is to realize that stressors are present at work from home and what are the coping strategies used by these workers to the reconciliation work- family. The sample exploratory study is composed of a total of 20 interviewed, characterized by Portuguese participants, aged between 31 and 71 years (M = 43.45, SD = 8.59), which is thirteen women (65%). Highlighted, the results are the facilitators because they are more senses that the stressors, namely the inherent flexibility of this mode by following the facility felt in managing these two spheres. In contrast, the peaks are fairly labor associated with this embodiment creating stress and instability. The behavioral coping strategies are the most frequently reported, particularly those related to the management of domestic-work tasks as employees are at home. It concludes that most of the strategies used by these workers are the same as traditional, except for some specific this work. But most important is that workers are satisfied with this mode and do not imagine a traditional job because the availability and time for the family would not be equal.
Description: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/10494
Thesis identifier: 201071720
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Dissertação Final -MC.pdf924.01 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.