Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/10432
acessibilidade
Title: Identidades em performance: para a memória de uma cinematografia queer da produtora portuguesa Cineground (1975-78)
Authors: Gonçalves, Mariana Santos Martins
Orientador: Raposo, Paulo Jorge Pinto
Keywords: Género
Sexualidade
Direitos LGBT
Teoria queer
Cinema
Antropologia visual
Gender
Sexuality
LGBT rights
Queer theory
Visual anthropology
Issue Date: 2015
Citation: GONÇALVES, Mariana Santos Martins - Identidades em performance: para a memória de uma cinematografia queer da produtora portuguesa Cineground (1975-78) [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2015. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/10432>.
Abstract: Fundada logo após a Revolução de 25 de Abril de 1974, por Óscar Alves e João Paulo Ferreira, a Cineground (1975-78) não respeitava os modelos clássicos de cinematografia e ainda menos os modelos normativos de sexualidade. As vivências dos intervenientes da produtora e os seus filmes retratam sexualidades classificadas na década de 1960/70 como desviantes, e a sua linguagem subliminar e paródica remete-nos para as décadas antecedentes de repressão ditatorial e seus resquícios no imaginário dos portugueses. Os filmes são o produto de um círculo restrito, expressões da cultura existente e possível de uma comunidade invisível, que não encontraria lugar nas concepções políticas prevalecentes na época, inclusive nos programas partidários de esquerda, o que se verificou com a difícil aceitação das primeiras tentativas conhecidas de associativismo pelos direitos LGBT em Portugal. Este é um trabalho de reflexão sobre o uso da imagem na antropologia e sobre o estudo do corpo como componente da cultura visual, cujo foco é a identidade em performance e os processos de identificação em torno da cultura gay e do corpo travesti plasmados no espólio cinematográfico da Cineground, tendo como rastilho teórico a teoria queer e de performatividade de género de Butler. A teoria queer aparece como um local de contestação das formas de pensamento e poder hegemónicos e dos seus modelos rígidos de existência, reconhecendo o envolvimento dos sujeitos nos processos de poder que os afetam, permitindo assim “voltar o poder contra ele próprio de modo a produzir formas alternativas de poder” (Butler, 1993:241).
Cineground (1975-78) was a film production company founded right after the April 25th Revolution, by Óscar Alves and João Paulo Ferreira, which did not responded to the classical models of cinematography and even less to normative models of sexuality. The life experiences of the actors and the producers portray a sexuality classified in the 1960s/70s as deviant, and their subliminal and parodic language brings us to the preceding decades of dictatorial repression and its remnants in the minds of the Portuguese. The films are the product of a restricted circle, expressions of an estranged culture and invisible community, that would not find representation in the prevailing political views at the time, including in the left-wing party programs, what was proven with the difficult acceptance met by the first known attempts of mobilisation for LGBT rights in Portugal. This thesis reflects on the use of image in anthropology and the study of the body as an element of visual culture, on the identity in performance and the identification processes around gay culture and the transvestite body, embodied in Cineground’s film collection, having as theoretical scope Judith Butler’s gender performativity theory. Queer theory appears as a site for the contestation of hegemonic power and thinking and its rigid models of existence, recognizing the involvement of individuals in the same power processes that affect them and thus "turning the power against itself to produce alternative forms of power "(Butler 1993: 241).
Description: Mestrado em Antropologia, na especialidade de Globalização, Migrações e Multiculturalismo
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/10432
Thesis identifier: 201087480
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
2015_ECSH_DA_Dissertacao_Mariana Goncalves.pdf13.47 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.