Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/10366
acessibilidade
Title: A gestão do conhecimento nas organizações da sociedade civil: estudo de caso das organizações não governamentais para o desenvolvimento portuguesas
Authors: Monteiro, Faustino Ramos
Orientador: Schiefer, Ulrich
Keywords: Gestão do conhecimento
Organizações não governamentais para o desenvolvimento (ONGD)
Parceria
Rede
Aprendizagem interorganizacional
Knowledge management
Development non-governmental organizations (NGO)
Partnership
Network
Inter-organizacional learning
Issue Date: 2015
Citation: MONTEIRO, Faustino Ramos - A gestão do conhecimento nas organizações da sociedade civil: estudo de caso das organizações não governamentais para o desenvolvimento portuguesas [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2015. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/10366>.
Abstract: Esta investigação analisa a forma como as Organizações Não Governamentais para o Desenvolvimento (ONGD) portuguesas fazem a gestão do conhecimento, com o enfoque na avaliação de projetos, e quais os mecanismos de aprendizagem interorganizacional. A gestão do conhecimento tem sido considerada desde o último quartel do século XX como o novo paradigma das organizações. A globalização, a sociedade de informação ligada em rede e a competitividade crescentes aceleraram o aprofundamento deste paradigma. As ONGD também se foram especializando nas novas metodologias de gestão das organizações e na gestão de projetos, procurando atingir uma melhor eficiência e eficácia na ação. Simultaneamente, a criação de parcerias e de redes de conhecimento surgiram como propostas inovadoras permitindo respostas multidimensionais à crescente complexidade dos desafios dos projetos de desenvolvimento. Os resultados empíricos permitem evidenciar que a facilidade com que as ONGD se podem ligar através de um fluxo contínuo de informação, criando redes e parcerias dentro de uma paisagem organizacional, não constitui fator suficiente para uma melhoria na concretização e sustentabilidade dos projetos de desenvolvimento. Para isso, será necessário um olhar para além da informação que contemple o aprofundamento da confiança e que leve à criação de um corpo comum de conhecimento, onde os intervenientes se conhecem e reconhecem, partilham recursos, alargam entendimentos e onde “aprendem a aprender”. Serão estes os principais desafios das ONGD, para as estruturas que agregam as parcerias e também para as redes que as suportam. Para se evoluir paulatinamente do “saber como fazer” para o “saber por que fazer”.
This research analyzes the way that Portuguese Development Non-Governmental Organizations (NGO) manage the knowledge, focusing on the projects evaluation, and how they deal with the inter-organizational learning. Knowledge management has been considered the new paradigm of organizations, since the last quarter of the XX Century. The globalization, the information society always connected to the network and the growing competitiveness have greatly deepened this paradigm. The development NGO have also acquired some level of expertise in new methodologies of managing organizations and projects, seeking for the achievement of both efficiency and effectiveness in their action. At the same time, the creation of partnerships and knowledge networks have emerged as innovative suggestions. That fact allowed multidimensional feedback to the growing complexity within the challenges of the development projects. The empirical results enable to highlight that the development NGOs can easily be linked to each other through the continuous stream of information (networks and partnerships can be created within an organizational landscape). However, that does not seem to be enough for a better improvement towards the fulfillment and the sustainability for the development of the projects. For that to be accomplished, a different sight beyond information is necessary. That should cover in a more in-depth way the trust which will lead to the creation of a common body of knowledge. Here, the members know each other and acknowledge each other, share resources, broaden their understanding and “learn to learn” as well. These are the main challenges for development NGOs, for the structures that embrace the partnerships and also for the networks that withstand them. This is to evolve gradually from the “know how” into the “know why”.
Description: Mestrado em Estudos de Desenvolvimento
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/10366
Thesis identifier: 201025507
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
2015_ECSH_CORPO_Disertacao_Faustino Monteiro.docx462.62 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.